CUPCAKE.
GRAPHICS & CODE RESOURCE

But where's your heart?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

But where's your heart?

Mensagem por Convidado em Dom Out 28, 2012 3:18 am

Nome: But where's your heart?
Número: 016
Autor: The Killjoy Never Die!
Adicionais: -Faça o que for, mas JAMAIS tire os créditos, ou titio Vold vai lhe visitar -q
Prévia:





I am not afraid
to keep on living


Nunca fui socialmente compreensível. Nunca tinha paciência, também era um tanto quanto tímida... Característica que alguém que não me conhecesse bem, diria que eu não tinha. Tenho poucos amigos, não gosto de qualquer pessoa, a maioria me dá nojo. Não tenho medo das coisas, faço o que bem entendo... papai sempre diz que sou muito problemática, eu não posso negar que tenho um dom muito grande em causar problemas. Estou com 17 anos, mais ou menos 1,65 de altura, olhos e cabelos castanhos compridos, os quais eu sempre deixava bagunçados. Não gosto de rosa, glitter e coisas do tipo, sou totalmente ao contrário, meu estilo varia de regatas simples a blusões de banda, algum jeans e all star.
Eu morava numa cidade pequena, no interior da Inglaterra. Costumo andar por aí, perdida em meus pensamentos, pelas ruas desertas daqui. As pessoas olham pra você como se soubessem tudo da sua vida, e sério, isso me irrita... Mas já estou acostumada com esse comportamento. De novo eu caminhava levada pelo “meu mundo imaginário” quando uma voz conhecida me chamava, me sacudindo pelos ombros.

- Carolline! – Falou uma garota da minha idade, cabelos médios e loiros, e olhos azuis.

- Mas que merda hein Kaylah. Um dia você acaba me matando.

- Você perdida nesse mundo da lua me assusta Caah. Quero falar com você.

- Se quer gastar meu tempo, pelo menos me pague um sorvete – eu disse com uma expressão não muito animada.

Então Kaylah e eu fomos até a barraca de sorvete mais próxima, e ela comprou um pra mim, e em seguida pra ela, então sentamos em um banco qualquer da praça.

- Pode começando Caah, sei que depois do que aprontou na escola, seu pai queria falar sério contigo... E você não é assim, já devia estar me xingando, me batendo, ou falando um palavrão qualquer pra uma pessoa qualquer.

Engoli seco e fiquei olhando pra baixo, fitando o sorvete na minha mão.
- Carolline... – Ela ia falar algo mais, mas eu a interrompi.

- Vou morar com a minha tia Natasha na Califórnia. Papai disse que não sabe mais o que fazer, e talvez passando um tempo lá... Meu comportamento melhore.
Kaylah piscou algumas vezes pra absorver a notícia.

- Você só pode estar brincando. – Foi só o que ela conseguiu dizer.

- Caralho, eu pareço estar brincando? – Falei num tom não muito baixo, enquanto lágrimas escorriam de meus olhos. E então Kay me abraçou, e ficamos assim por alguns minutos.

- Kay, sua vaca loira, me solta, tenho que ir pra casa, antes que você fique mais grudenta, e meu pai me dê um puto castigo antes mesmo de eu ir embora. – Falei tentando voltar ao meu normal. Kaylah deu um sorriso, nos despedimos e então fui pra casa.

Quando cheguei em casa, papai já me esperava na sala.
- Filha, podemos conversar?

- E vai adiantar eu dizer que não? – Revirei os olhos.

- Então, sobre sua ida à Califórnia... – ele tentava encontrar as palavras – Estamos fazendo isso pro seu bem. Então adiantamos, e você embarca daqui a dois dias.

- Mas o que? Ah, claro que é pro meu bem, papaizinho – Falei no tom mais irônico possível. Então, antes que ele dissesse mais alguma coisa, subi as escadas, entrei no meu quarto, liguei o som com o cd que tava lá dentro mesmo, e fui tomar um banho bem gelado, ainda não tinha caído a ficha do quanto isso ia mudar a minha vida. Depois de quase uma hora, saí do banho, coloquei a maior camisa que eu tinha e um shorts jeans surrado, desliguei o som, peguei meu violão, e comecei a tocar uma música, Snuff do Slipknot pra ser exata, eu não tinha uma voz boa pra se cantar, pra falar bem a verdade eu tinha uma puta voz de taquara rachada. Depois liguei meu notebook, fiquei um tempo no MSN e fui dormir.



The Killjoy Never Die! @ CG!



Código:
<center><link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=Underdog' rel='stylesheet' type='text/css'>

<div style="width: 410px; border-right: 20px solid #1d1d1d; border-top: 20px solid #1d1d1d; background-color: #d6d6d6;">
<div style="width:400px;  height:195px; background-image:url(http://media.tumblr.com/tumblr_mb66r5CU541rhhl79o1_500.gif);-moz-border-radius: 80px 5px 0px 0px; margin-bottom: -20px"><div style="padding-top: 5px; width: 400px; text-align: center; font-family: 'Underdog', cursive; font-style: italic; font-size: 36px; color:#330000; text-transform: lowercase; letter-spacing: 0.5px; text-shadow: #999999 1px 1px 1px">I am not afraid</div></div><div style="background-color:#9c9c9c; width: 400px; text-align: center; font-family: courier new; font-size: 9px; color: #FFF; text-transform: uppercase; letter-spacing: 3px; padding-top: 5px;">to keep on living</div><br><br><div style="background:transparent; width: 300px; font-family: georgia; font-size: 12px; text-align: justify;color: #000; line-height: 110%">Nunca fui socialmente compreensível. Nunca tinha paciência, também era um tanto quanto tímida... Característica que alguém que não me conhecesse bem, diria que eu não tinha. Tenho poucos amigos, não gosto de qualquer pessoa, a maioria me dá nojo. Não tenho medo das coisas, faço o que bem entendo... papai sempre diz que sou muito problemática, eu não posso negar que tenho um dom muito grande em causar problemas. Estou com 17 anos, mais ou menos 1,65 de altura, olhos e cabelos castanhos compridos, os quais eu sempre deixava bagunçados. Não gosto de rosa, glitter e coisas do tipo, sou totalmente ao contrário, meu estilo varia de regatas simples a blusões de banda, algum jeans e all star.
Eu morava numa cidade pequena, no interior da Inglaterra. Costumo andar por aí, perdida em meus pensamentos, pelas ruas desertas daqui. As pessoas olham pra você como se soubessem tudo da sua vida, e sério, isso me irrita... Mas já estou acostumada com esse comportamento. De novo eu caminhava levada pelo “meu mundo imaginário” quando uma voz conhecida me chamava, me sacudindo pelos ombros.

- Carolline! – Falou uma garota da minha idade, cabelos médios e loiros, e olhos azuis.

- Mas que merda hein Kaylah. Um dia você acaba me matando.

- Você perdida nesse mundo da lua me assusta Caah. Quero falar com você.

- Se quer gastar meu tempo, pelo menos me pague um sorvete – eu disse com uma expressão não muito animada.

Então Kaylah e eu fomos até a barraca de sorvete mais próxima, e ela comprou um pra mim, e em seguida pra ela, então sentamos em um banco qualquer da praça.

- Pode começando Caah, sei que depois do que aprontou na escola, seu pai queria falar sério contigo... E você não é assim, já devia estar me xingando, me batendo, ou falando um palavrão qualquer pra uma pessoa qualquer.

Engoli seco e fiquei olhando pra baixo, fitando o sorvete na minha mão.
- Carolline... – Ela ia falar algo mais, mas eu a interrompi.

- Vou morar com a minha tia Natasha na Califórnia. Papai disse que não sabe mais o que fazer, e talvez passando um tempo lá... Meu comportamento melhore.
Kaylah piscou algumas vezes pra absorver a notícia.

- Você só pode estar brincando. – Foi só o que ela conseguiu dizer.

- Caralho, eu pareço estar brincando? – Falei num tom não muito baixo, enquanto lágrimas escorriam de meus olhos. E então Kay me abraçou, e ficamos assim por alguns minutos.

- Kay, sua vaca loira, me solta, tenho que ir pra casa, antes que você fique mais grudenta, e meu pai me dê um puto castigo antes mesmo de eu ir embora. – Falei tentando voltar ao meu normal. Kaylah deu um sorriso, nos despedimos e então fui pra casa.

Quando cheguei em casa, papai já me esperava na sala.
- Filha, podemos conversar?

- E vai adiantar eu dizer que não? – Revirei os olhos.

- Então, sobre sua ida à Califórnia... – ele tentava encontrar as palavras – Estamos fazendo isso pro seu bem. Então adiantamos, e você embarca daqui a dois dias.

- Mas o que? Ah, claro que é pro meu bem, papaizinho – Falei no tom mais irônico possível. Então, antes que ele dissesse mais alguma coisa, subi as escadas, entrei no meu quarto, liguei o som com o cd que tava lá dentro mesmo, e fui tomar um banho bem gelado, ainda não tinha caído a ficha do quanto isso ia mudar a minha vida. Depois de quase uma hora, saí do banho, coloquei a maior camisa que eu tinha e um shorts jeans surrado, desliguei o som, peguei meu violão, e comecei a tocar uma música, Snuff do Slipknot pra ser exata, eu não tinha uma voz boa pra se cantar, pra falar bem a verdade eu tinha uma puta voz de taquara rachada. Depois liguei meu notebook, fiquei um tempo no MSN e fui dormir.
</div><br><br>
[center][color=#1d1d1d]The Killjoy Never Die! [url=http://cupcakegraphics.forumeiros.com][color=#330000]@[/color] [/url] CG![/color][/center]
</div>
</center>

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: But where's your heart?

Mensagem por Secret em Qui Fev 07, 2013 12:49 am

Usando ;3
avatar
Secret
Users
Users

Mensagens : 15
Reputação :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 23/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: But where's your heart?

Mensagem por Near em Seg Mar 04, 2013 6:04 pm

Usando aqui - Clique

Near
Users
Users

Mensagens : 6
Reputação :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 26/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: But where's your heart?

Mensagem por Convidado em Ter Mar 05, 2013 2:01 am

Valeu por avisar *-*

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: But where's your heart?

Mensagem por #Faicytage em Qua Mar 06, 2013 4:34 pm

Diminui o paddig da área de texto. Não curti a tipografia, quer dizer, no título pode usar a fonte que quiser mas no texto é aconcelhado uma fonte do tipo sans-seirf. Vejo que utilizou do tipo serif.
Aconcelho usar Segoe UI, Calibri ou Trebuchet MS.
avatar
#Faicytage
Users
Users

Mensagens : 2
Reputação :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 04/03/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: But where's your heart?

Mensagem por Andrew Chapman em Sab Set 27, 2014 4:28 am

Usando aqui como Aelys Velaryon

Andrew Chapman
Users
Users

Mensagens : 9
Reputação :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 09/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: But where's your heart?

Mensagem por LokiGod em Sab Ago 29, 2015 12:03 am

Usando AQUI

LokiGod
Users
Users

Mensagens : 21
Reputação :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 20/07/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: But where's your heart?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum